CATECISMO CATÓLICO POPULAR I Saldo dos Comentários ao Livro/Vendedor: Neutro

Francisco Spirago
União Gráfica
Desconhecido
Português
Um
Usado
CATECISMO CATÓLICO POPULAR I
(Primeira Parte: Introdução, a Fé, os Artigos do Credo e a Esperança Cristã)
Francisco Spirago
Versão feita sobre a tradução francesa do Padre N. Nelsor pelo Dr Artur Bivar
União Gráfica
6ª Edição - 1938
Páginas: 435
Dimensões: 170x110x15 mm.

Exemplar com algumas marcas de desgaste na lombada, miolo em muito bom estado.
PREÇO: 8.00€


PORTES DE ENVIO INCLUÍDOS, em Correio Normal/Editorial, válido enquanto esta modalidade for acessível a particulares.
Envio em Correio Registado acresce a taxa em vigor.
-----------------------------------------------------------
PRÉ-PAGAMENTO:
Transferência Bancária
MBWAY
PAYPAL
Entrego em mão em Coimbra







PREFÁCIO
Este catecismo, na sua forma actual, é um livro de instrução popular, adaptado às necessidades do nosso tempo, e um manual para os catequistas e pregadores. As partes impressas em caracteres pequenos, sobre• tudo, são as que lhe dão este cunho especial. O autor crê útil dar as explicações seguintes: 1. Este catecismo compõe-se de três partes: a primeira trata do dogma, a segunda da moral, a terceira da graça. Na primeira parte Cristo aparece principalmente como doutor; na segunda como rei; na terceira como pontífice. Como este catecismo responde em primeiro lugar à pergunta: porque estamos nós sobre a terra? -e põe particularmente em relevo o destino sublime da homem, convém singularmente à nossa época materialista, sensual e propensa à vida de prazeres.
Também as palavras do Salvador se referem, quási todas, ao que unicamente é necessário. Ora, o catecismo não é mais que um breve resumo da doutrina de Cristo. Eis por que este catecismo é como que a guia, o itinerário do cristão no seu caminho para o céu. Trata-se primeiro do fim da viagem, e, depois, dos caminhos que a êle conduzem. A primeira parte compreende os actos requeridos da nossa inteligência (devemos procurar conhecer a Deus pela . crença nas verdades reveladas por ele); a segunda, o que deve fazer a nossa vontade (devemos submeter a nossa vontade à de Deus, isto é, devemos observar os seus mandamentos); a terceira parte tratará do que devemos fazer para o obter a iluminação da nossa inteligência obscurecida pelo pecado original, e a força da nossa vontade enfraquecida pelo mesmo pecado (devemos adquirir a graça do Espírito Santo pelo uso dos meios de santificação; é, com efeito, pela graça do Espírito Santo que a inteligência se ilumina e a vontade se fortifica).
As partes principais dêste catecismo são, portanto, seriamente coordenadas e as suas subdivisões são, por sua vez, tão bem concebidas e reacionadas entre si, que a conexão lógica das verdades ~ religião ressalta claramente aos olhos do leitor. Nisto vai muito; quanto melhor conhecermos o liame íntimo do conjunto das verdades religiosas, mais aptos estaremos para as penetrar isoladamente. Com razão diz Mons. Ketteler: O catecism
Usado
Coimbra
8,00€