A Estrela de Madeleine Saldo dos Comentários ao Livro/Vendedor: Neutro

Paulo Pereira Cristóvão
Editorial Presença
Desconhecido
Português
Um
Como novo
O livro está como novo.

Paulo Pereira Cristóvão, autor do livro A Estrela de Joana, propõe-se contar a sua versão sobre o mediático caso de Madeleine McCann, a menina de três anos desaparecida no Resort Ocean Club, na Aldeia da Luz, a 3 de Maio de 2007. Com base em factos fidedignos recolhidos através de fontes privilegiadas, Pereira Cristóvão apresenta o relato de uma investigação criminal entrelaçando-o com uma narrativa ficcionada cujo objectivo será esclarecer o leitor e dotá-lo de argumentos que lhe permitam retirar as suas próprias conclusões. Ajuizando o caso conduzido pelos agentes da Polícia Judiciária em conjunto com a polícia britânica, o autor chama a si «a oportunidade de se dizer aquilo que ainda não se escreveu e, essencialmente, o que ainda ninguém pensou ou não teve a coragem de revelar». No centro da acção, encontramos o protagonista Francisco Meireles, um inspector de Investigação Criminal da Polícia Judiciária de Portimão convocado à Praia da Luz devido ao desaparecimento de uma criança pequena. A GNR também se encontrava no local e, mesmo antes de se informar sobre o sucedido, Francisco começa por observar a multidão que se concentrava em redor do apartamento, onde supostamente Madeleine foi vista pela última vez. A realidade é que a uma semana de completar quatro anos, a menina desapareceu sem deixar rasto chocando a opinião pública e figurando nas principais manchetes dos media em todo o mundo, sem que alguém avançasse com uma solução efectiva. Com um olhar clínico e profissional, Pereira Cristóvão, ciente que o caso ainda permanece sob segredo de justiça, tenta assim, neste livro, dar resposta às dúvidas que sempre subsistiram e apresenta uma nova visão, elucidativa e vital para a conclusão dos factos e apuramento da verdade.
Como novo
Santarém
10,00€
Telma Oliveira
Para ver os contactos do vendedor deste livro,
inscreva-se agora gratuitamente
ou
entre na Bibliofeira