A VIDA MODO DE USAR Saldo dos Comentários ao Livro/Vendedor: Neutro

Georges Perec
Editorial Presença
9789722310697
Português
Um
Como novo
A VIDA MODO DE USAR
de Georges Perec
Tradução: Pedro Tamen
ISBN: 9789722310697
Edição: 12-1989
Editor: Editorial Presença
Idioma: Português
Dimensões: 155 x 222 x 27 mm
Páginas: 520

Exemplar como novo, sem marcas de manuseamento.
PREÇO: 12.00€
PORTES DE ENVIO INCLUÍDOS, em Correio Normal/Editorial, válido enquanto esta modalidade for acessível a particulares.
Envio em Correio Registado acresce a taxa em vigor.
-----------------------------------------------------------
PRÉ-PAGAMENTO:
Transferência Bancária
MBWAY
PAYPAL
Entrego em mão em Coimbra




SINOPSE
Perec é finalmente lançado em língua portuguesa com este seu A Vida Modo de Usar, numa tradução de Pedro Tamen. Apresentar este autor ao público português não é tarefa fácil, devido à extraordinária riqueza e complexidade da sua obra. Interessará saber que ele esteve ligado ao Grupo OULIPO (Ouvroir de Littérature Potentielle), fundado por Raymond Queneau e que levou a cabo uma teorização literária que deu origem a uma série de experimentações baseadas nas múltiplas possibilidades combinatórias e permutativas (até mesmo num sentido matemático) do sistema formal que é a língua. Com Kafka ou Borges, Perec tem em comum uma certa visão do mundo em que o labirinto e o puzzle são figuras dominantes. É assim (e não só) que ele constrói este admirável livro que muitos têm considerado quase demasiado perfeito, pela inteligência com que está urdido e pela abundância e multiplicidade das referências. O universo desta(s) história(s) é redigido pelas leis do jogo, mas não faltam elementos que o seu autor foi buscar à vida da sociedade e à sua própria, de modo que o leitor não se sente desligado do real, de que a obra é modelo ficcional. E se os meios plásticos de que se serve se evidenciam provocadoramente na sua qualidade de artefactos, ele não deixa de seduzir inapelavelmente o leitor, esgotando até ao limite uma espécie de arqueologia da minúcia. Perec é um nome que urgia ser divulgado entre nós, um escritor porventura tão importante, a seu modo, como um Borges, um Proust, um Stendhal, um Calvino ou um Joyce.

Como novo
Coimbra
12,00€