Dor de ser quase dor sem fim / Iolanda Antunes Saldo dos Comentários ao Livro/Vendedor: Neutro

Desconhecido
Português
Um
Como novo
Dor de ser quase dor sem fim
de Iolanda Antunes

Edição ou reimpressão: 08-2016
Editor: Âncora Editora
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 228 x 8 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 148
Conservação: Bem conservado

Portes grátis

Dor de ser quase, Dor sem fim… ou o "quase" de uma geração, a do pós 25 de Abril, que viu adiada a concretização das suas esperanças. O "quase" de um país que almejou e ainda não alcançou. O "quase" daqueles que sonharam edificar um império ou, tão simplesmente, serem os eleitos de Deus, sem nunca vislumbrarem a Terra Prometida. Mas, também, Dor de ser quase, Dor sem fim, naquilo que o poema de Mário de Sá Carneiro (pois foi ao poema Quasi, deste autor, que este livro foi buscar o título) encerra da procura de um pouco mais de azul, um pouco mais de brasa, um pouco mais de além. Dor de ser quase, Dor sem fim… um hino à literatura portuguesa? Um "retrato social" do Portugal dos últimos 40 anos? Uma outra versão do mito do amor de Pedro e Inês?
O Prémio Literário Vergílio Ferreira, instituído pela Câmara Municipal de Gouveia em 1997, pretende homenagear o escritor Vergílio Ferreira, bem como, incentivar a produção literária, contribuindo desta forma para a defesa e enriquecimento da língua portuguesa
Como novo
Lisboa
5,00€
Letras & Companhia
Para ver os contactos do vendedor deste livro,
inscreva-se agora gratuitamente
ou
entre na Bibliofeira