Nenhum Olhar Saldo dos Comentários ao Livro/Vendedor: Positivo

José Luís Peixoto
Bertrand Editora
Desconhecido
Português
Um
Usado
Métodos de envio:
- Correio normal (Gratuito para Portugal)
- Correio registado (+ €1.70)

Métodos de pagamento:
- Transferência Bancária
- PayPal

Envio é efectuado até 1 dia útil após pagamento recebido.

É aconselhável escolher método Correio registado, por ser mais seguro.
Em caso de extravio só nos responsabilizamos por este método de envio.

Para envios internacionais, favor contactar, afim de saber o valor dos portes.

Caso pretenda factura, favor pedir na mensagem após compra.

Detalhes da Obra

Título:
Nenhum Olhar

Autoria:
José Luís Peixoto
Detalhes do Artigo

Estado:
Usado / Capa com sinais de manuseamento / Miolo em bom estado / Assinatura de posse

Capa:
Mole

Editora:
Bertrand Editora

Colecção:
-

Edição:
8.ª

Ano de edição:
2008

Páginas:
244

Idioma:
Português

ISBN:
978-972-25-1597-9
Sinopse

Numa aldeia do Alentejo, com um pano de fundo de uma severa pobreza, o autor vai tecendo histórias de homens e mulheres, endurecidos pela fome e pelo trabalho, de amor, ciúme e violência: o pastor taciturno que vê o seu mundo desmoronar-se quando o diabo lhe conta que a mulher o engana; o velho e sábio Gabriel, confidente e conselheiro; os gémeos siameses Elias e Moisés, cuja terna comunhão se degrada no momento em que um deles se apaixona; ou o próprio Diabo. As suas personagens são universais, assim como a sua esperança face à dificuldade.«... a partir da segunda ou terceira sequência ficamos seguros de que a inclinação é fatal: vamos embater num limite, num muro, num enigma, na origem do mundo e no desastre final...»
EXCERTOS
“Hoje o tempo não me enganou. Não se conhece uma aragem na tarde. O ar queima, como se fosse um bafo quente de lume, e não ar simples de respirar, como se a tarde não quisesse já morrer e começasse aqui a hora do calor. Não há nuvens, há riscos brancos, muito finos, desfiados de nuvens. E o céu, daqui, parece fresco, parece a água limpa de um açude. Penso: talvez o céu seja um mar grande de água doce e talvez a gente não ande debaixo do céu mas em cima dele; talvez a gente veja as coisas ao contrário e a terra seja como um céu e quando a gente morre, quando a gente morre, talvez a gente caia e se afunde no céu.”
Críticas de Imprensa

-
Usado
Aveiro
7,15€

Comentários sobre este vendedor

  • A.silvacunha disse no dia 2019-04-05: Processo de compra cinco estrelas.
    muito obrigada
    Comentário Positivo
  • Miguel Duarte Reis disse no dia 2019-01-09: Muito bom Comentário Positivo
  • disse no dia 2018-06-05: Boa experiência e o Filipe é muito simpático. O livro vem impecável. Recomendo sem sombra de dúvidas :) Comentário Positivo
  • disse no dia 2016-10-20: Absolutamente impecável! Comentário Positivo
  • Filipe Sousa Lopes - Alfarrabista disse no dia 2016-10-20:
    Obrigado, Fabien.
    Fico contente por saber que se encontra satisfeito.
    Até uma próxima oportunidade.
    Com os melhores cumprimentos, Filipe Lopes