A Mulher de Branco Saldo dos Comentários ao Livro/Vendedor: Positivo

Wilkie Collins
Portugália Editora
Desconhecido
Português
Um
Usado
Métodos de envio:
- Correio normal (Gratuito para Portugal)
- Correio registado (+ €1.60)

Métodos de pagamento:
- Transferência Bancária
- PayPal

Envio é efectuado até 1 dia útil após pagamento recebido.

É aconselhável escolher método Correio registado, por ser mais seguro.
Em caso de extravio só nos responsabilizamos por este método de envio.

Para envios internacionais, favor contactar, afim de saber o valor dos portes.

Caso pretenda factura, favor pedir na mensagem após compra.

Detalhes da Obra
Título:
A Mulher de Branco

Título Original:
The Woman in White

Autor:
Wilkie Collins

Tradução:
Maria Franco e Cabral do Nascimento

Detalhes do Artigo
Estado:
Usado / Capa e lombada com sinais de manuseamento - Apresenta desgaste nas extremidades / Miolo amarelecido e com manchas de acidez

Capa:
Mole

Editora:
Portugália Editora

Colecção:
Os Romances Universais XIV

Edição:
2.ª

Ano de edição:
1972

Páginas:
504

Idioma:
Português

ISBN:
-

Sinopse
Após o seu inquietante encontro com uma mulher vestida de branco, o jovem professor Walter Hartright viaja para Cumberland para dar aulas de desenho às irmãs Laura e Marian. Mas os agradáveis dias em Limmeridge House terminam com a chegada do noivo de Laura e a reaparição da misteriosa mulher de branco com as suas perturbadoras advertências.

Usado
Aveiro
3,65€
Filipe Lopes | Livraria Severense
Para ver os contactos do vendedor deste livro,
inscreva-se agora gratuitamente
ou
entre na Bibliofeira

Comentários sobre este vendedor

  • Rafaela Rolhas disse no dia 2018-06-05: Boa experiência e o Filipe é muito simpático. O livro vem impecável. Recomendo sem sombra de dúvidas :) Comentário Positivo
  • disse no dia 2016-10-20: Absolutamente impecável! Comentário Positivo
  • Filipe Lopes | Livraria Severense disse no dia 2016-10-20:
    Obrigado, Fabien.
    Fico contente por saber que se encontra satisfeito.
    Até uma próxima oportunidade.
    Com os melhores cumprimentos, Filipe Lopes